DESTAQUES DO DIA

Unilife Maringá perde para o Brasília e pode sair da zona de classificação nesta quinta-feira

Mostrando muito nervosismo – possivelmente consequência da cobrança devido aos péssimos resultados nas últimas partidas – e errando de forma excessiva, o Unilife Maringá perdeu sua sétima partida seguida na Superliga Feminina de Vôlei, desta vez para o Brasília Vôlei, que até o início do jogo era o lanterna da competição.

A partida, pela 17ª rodada, aconteceu na noite desta quarta-feira, 21, no ginásio do Sesi Taguatinga, no Distrito Federal. O Brasília venceu por 3 sets a 0 e subiu para a 10ª colocação na classificação, agora fora da zona de descenso.

O Unilife Maringá continua na 8ª posição, com 18 pontos, há muito tempo, só que agora a qualquer momento pode ser retirado dos oito times da zona de classificação. Isto pode acontecer nas próximas horas, o que talvez explique o nervosismo do time em quadra.

Ocorre que, nos calcanhares do Unilife, o Bluvôlei, de Blumenau (SC), está com 16 pontos e se vencer nesta quinta-feira, 22, quando enfrenta o Barueri, passa a equipe maringaense.

 

Cechetto não decepciona nunca

A ponteira Naiara Félix, do Brasília, marcou 7 pontos e ficou com o Troféu Viva Vôlei, mas a maior pontuadora foi Dani Cechetto, do Maringá, que fez 18 acertos, todos de ataque.

Enquanto o time maringaense cometeu 16 erros na partida, contra 3 do adversário, Cechetto pareceu não ser afetada pelo mesmo nervosismo e, como sempre faz, se manteve firme nos três sets.

Nos dois primeiros sets, com o Unilife errando muito, o Brasília não deu chance. Mas, a equipe maringaense equilibrou a partida no terceiro set, chegou a ter o set point.

O Unilife Maringá volta a jogar na terça-feira, 27, enfrentando o São Caetano, em São Caetano.

Sending
User Review
0/10 (0 votes)