DESTAQUES DO DIA POLICIAL

Suspeito morre em confronto com a Choque da PM em Mandaguari | Maringá Mais

PF cumpre mandados em sete estados contra o tráfico internacional | Maringá Mais





O homem morto na troca de tiros com os policiais era suspeito de matar um padrasto que tinha ido buscar o enteado na escola.

Lucas Gabriel de Souza Mota Teixeira, de 20 anos, enfrentou a  Rotam quando não conseguiu fugir e se viu cercado no bairro Jardim Progresso, em Mandaguari no final de semana. Ele estava na companhia de um comparsa, que conseguiu escapar depois de pular vários muros de residências. Os policiais da Rondas Ostensivas Táticas Móveis estavam em patrulha pela cidade a procura dos assassinos de Wesley Rodrigo Romeiro Ferreira, de 28 anos , executado  na manhã de sexta-feira em frente a Escola Municipal Walter Antunes Pereira.

A vítima estava aguardando o enteado que participava de uma festinha julina da escola quando foi surpreendida pelos ocupantes de um carro preto. Ao avistarem Lucas e outro jovem, os policiais os viram sair correndo e foram atrás. Um cerco foi montado no local e a dupla saiu pulando muros. Lucas entrou em uma casa onde foi encurralado pelos PMs. Ele não atendeu a ordem para se entregar, disparou contra a Rotam e na troca de tiros acabou morto.

O suspeito foi  reconhecido depois como o autor dos disparos que tiraram a vida de Wesley,  morto na calçada da escola na frente de várias pessoas, inclusive crianças. A mãe do rapaz chegou logo em seguida e protagonizou uma cena comovente: chorava copiosamente ao lado do  filho que teve o corpo crivado de balas. De acordo com a polícia, Wesley tinha antecedentes criminais.

Redação JP
Foto – Plantão Maringá







Artigo anteriorColuna ADI


Agora com Notícias em Tempo Real !

Sending
User Review
0 (0 votes)