POLICIAL

Suspeito de matar jovem a tiros em lanchonete ainda não foi identificado, diz polícia

As investigações apuram possível relação do crime com tráfico de drogas. O atirador usava um capacete quando disparou contra a vítima. 

A Delegacia de Homicídios de Maringá continua as investigações sobre o crime registrado no último domingo (28).

O crime aconteceu em uma lanchonete, na Avenida Sophia Rasgulaeff, no cruzamento com a rua Visconde de Mauá, no Jardim Alvorada.

A vítima, de 30 anos, foi morta com dois tiros nas costas enquanto estava no estabelecimento com um rapaz.

O atirador entrou no local usando um capacete, o que dificulta a identificação por parte dos investigadores.

De acordo com o delegado Diego Freitas, o crime pode ter relação com o tráfico de drogas. Até o momento, um ex-companheiro da vítima foi ouvido na delegacia, mas ele nega envolvimento. [ouça o áudio acima]

Segundo o delegado, as investigações continuam para identificar os dois possíveis comparsas. [ouça o áudio acima]

Imagens de uma câmera de segurança flagraram o momento em que a jovem foi morta a tiros. A vítima foi identificada como Letícia Fantin Limann.