PARANA POLICIAL ÚLTIMA HORA

Suspeito de assassinar professor de dança, se apresenta à Polícia em Colombo

Homem procurou delegacia no interior do Estado e entregou arma que teria sido usada no crime.

O suspeito de assassinar o professor de dança Ronaldo Mendes dos Santos, na última quarta-feira (6), em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba, se apresentou à polícia na manhã desta segunda-feira (11), em Telêmaco Borba, na região dos Campos Gerais. O homem, identificado como Rafael, também entregou a arma que teria sido usada no crime. Em seu primeiro relato aos policiais, o suspeito teria confirmado que a ação foi uma vingança contra a vítima, que manteria um relacionamento amoroso com a esposa de Rafael.

Ele teria dito também que se descontrolou quando soube desse envolvimento e que não voltou para casa após o crime, fugindo para o interior do Estado. A versão foi confirmada no depoimento da esposa do suspeito, que contou aos investigadores que não vê o marido desde o dia do crime. O suspeito já havia sido reconhecido anteriormente pelos funcionários da academia onde ocorreu o crime. No dia do assassinato, Rafael foi até o local pela manhã, procurando por Ronaldo, e foi informado que o professor só estaria lá à noite. Ele então voltou mais tarde para encontrar a vítima.

Uma câmera de segurança registrou o momento em que Ronaldo tenta fugir dos disparos correndo para fora da academia, mas é perseguido e atingido pelas costas, caindo na rua Pedro Gorski. Em seguida, o atirador entra em um carro preto e foge do local. Ronaldo, que era mais conhecido como “Professor Cigano”, também era personal trainer. Com experiência em treinamentos e aulas de dança, o profissional atuava em várias academias de Curitiba e Região Metropolitana, e sua morte causou grande comoção entre seus alunos. Como o suspeito se apresentou voluntariamente às autoridades, ele não foi preso em flagrante e responderá ao crime em liberdade. O delegado Herculano de Abreu, que conduz as investigações do crime em Colombo, deve ouvir o suspeito por videoconferência ainda nesta segunda-feira(11).

 

 

 

 

Por: RicMais