DESTAQUES DO DIA

Polícia Rodoviária divulga balanço da operação Proclamação da República

Na área da 4ª Cia da PRE foram 16 acidentes com 21 feridos e uma morte nos cinco dias de operação. Em todas as rodovias federais do Estado, foram 77 acidentes, 63 feridos e 10 mortes

A 4ª Companhia de Polícia Militar Rodoviária, PRE (Polícia Rodoviária Estadual), divulgou na manhã desta terça-feira (16) os dados  da “Operação Proclamação da República”,  que atende as rodovias do Noroeste do Paraná, cerca de 3 mil quilômetros. De acordo com a PRE, foram 16 acidentes registrados com 21 feridos e uma morte. A polícia realizou neste período de cinco dias, 59 testes de bafômetros, e três motoristas foram flagrados dirigindo embriagados.  A PRE abordou 347 veículos e dez foram removidos.

PRF em todo Estado

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) encerrou, à meia-noite desta segunda-feira (15), a Operação Proclamação da República 2021. Nos quatro dias de operação, que teve início na sexta-feira (12), foram registrados 77  acidentes, com 63 pessoas feridas e dez mortes nas rodovias federais do Paraná. Metade das mortes ocorreram em colisões frontais e metade dos acidentes com mortes envolveram motocicletas.

Foram fiscalizadas 4.100 pessoas e 3.655 veículos, sendo registradas 3.186 infrações, nos cerca de quatro mil quilômetros da circunscrição da PRF no Paraná. Foram apreendidos quase 500 mil maços de cigarros e cerca de 140 mil litros de bebidas, produtos contrabandeados. Além disso, 32 pessoas foram detidas durante o feriado e 14 veículos roubados ou furtados foram recuperados, cerca 160 quilos de maconha e haxixe foram apreendidos. Os agentes da PRF ainda flagraram 69 motoristas dirigindo bêbados, 332 condutores ou passageiros estavam sem o cinto de segurança, 51 crianças não utilizavam adequadamente um dispositivo de retenção, como a cadeirinha.

Também foram registradas 487 ultrapassagens irregulares durante o feriado, ou seja, cinco por hora de operação. Esse tipo de atitude é responsável pela maioria dos acidentes do tipo colisão frontal, onde o motorista não consegue efetuar em tempo a manobra de ultrapassagem ou força a passagem, colidindo frontalmente com o veículo que está trafegando no sentido contrário.

Comparativo

Em 2020, como o dia 15 de novembro foi num domingo e não houve feriado prolongado, não ocorreu operação, portanto não é possível comparar os dados com o ano passado. Em 2019, a operação aconteceu entre 14 e 17 de novembro (de quinta a domingo), naquele período foram 97 acidentes com 111 feridos e seis mortes.