Brasil e Mundo Destaques do Dia

Presidente sanciona lei que pune com prisão maus-tratos a cães e gatos

Mesmo maltratando animais, infrator não vai preso. Foto: Carolina Antunes/PR/Governo Federal

Mas o infrator não chega a perder a liberdade

 

A lei que tornou mais rigorosa a punição para quem maltratar cães e gatos foi sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro nessa terça-feira (29), em cerimônia no Palácio do Planalto.

O crime passa a ser punido com prisão de dois a cinco anos, multa e proibição da guarda. Antes, a pena era de detenção de três meses a um ano, além de multa.

O presidente não vetou nenhum dispositivo da nova lei, que é de autoria do deputado Fred Costa, do Patriota de Minas Gerais, e que cita no texto o juiz federal Anderson Furlan de Maringá.

Segundo o IBGE, o Brasil tem 28,8 milhões de domicílios com, pelo menos, um cachorro e mais 11,5 milhões de casas com algum gato.

 

ANÚNCIE NESTE ESPAÇO