Destaques do Dia Maringá

Empresários de eventos fazem ato de protesto em Maringá

Parte dos manifestantes usava nariz de palhaço e outros vestidos de noivas. Foto: Radamés Eventos

A Prefeitura diz estudar todas as medida para ajudar na volta dos eventos

 

Foto: Victor Simião/CBN Maringá

Empresários e trabalhadores de setor se reuniram no centro da cidade pedindo autorização para receber mais pessoas. No momento, o máximo é 30.

Luzes de festa, mulheres com vestido de noiva e cartazes, muitos cartazes. Foi assim que empresários e trabalhadores do setor de eventos realizaram um ato pedindo a reabertura do setor em Maringá. A mobilização ocorreu na praça da Catedral, no início da noite desta quinta-feira (10).

Devido à Covid-19, a Prefeitura de Maringá não tem permitido eventos para mais de 30 pessoas e a duração máxima é três horas. No mês passado, o prefeito Ulisses Maia se reuniu com representantes do setor. Ficou acordado que em poucos dias um decreto liberando eventos para até cem pessoas iria ser publicado, o que não ocorreu até este momento.

Por meio da assessoria de imprensa, o Executivo informou que avalia todas as medidas, mas que não tem prazo para novas decisões. Atualmente, Maringá tem 119 mortes em razão da Covid-19 e mais de seis mil casos positivos.  (CBN Maringá)

ANÚNCIE NESTE ESPAÇO