Destaques do Dia Região

Policial Civil é morto a tiros dentro da cadeia de Paranavaí

Osafa era casado, tinha dois filhos e trabalhava há 11 anos na Policia Civil. Foto: Divulgação/PC

Um preso tomou a arma dele e atirou

 

Um investigador da polícia civil morreu após ser baleado no início da madrugada deste domingo (06) dentro da delegacia de Paranavaí. Segundo a Polícia Civil, Osafa Pereira da Cruz, de 41 anos, estava trabalhando no momento do fato. Outro homem, identificado como Genivaldo Peixoto da Silva, de 38 anos, que havia sido preso, também foi encontrado morto no local.

Conforme a Polícia Civil, Genivaldo foi detido pela polícia militar, na noite deste sábado, e conduzido para a delegacia de Paranavaí pelo crime de violação de domicilio e drogas para consumo.

“Após análise dos fatos pelo delegado plantonista, o investigador de plantão, Osafa Pereira da Cruz, informou ao conduzido que os fatos eram delito de menor potencial ofensivo e que não ficaria preso, porém, deveria assinar um termo de compromisso e comparecimento no Juizado local, liberando os policiais da ocorrência”, explicou o delegado Chefe Luiz Carlos Manica.

Ainda conforme o delegado, mais tarde, por volta da 00h30, servidores ouviram vários tiros dentro dentro da delegacia. Foi acionado policiais para verificação e após arrombarem o acesso à delegacia, encontraram o investigador morto com vários tiros e o preso também em óbito, com um disparo na lateral da cabeça, com a arma do policial ao lado.

Segundo a Polícia Civil, a suspeita é de que o homem detido tenha entrado em em luta corporal com o policial, por motivo ainda desconhecido, conseguindo tomar a arma dele e depois tirado a própria vida. (Portal Cidade de Paranavaí)

 

ANÚNCIE NESTE ESPAÇO