Destaques do Dia Nosso Paraná

Meio Ambiente proíbe pesca em rios do Paraná

A multa varia de R$ 700,00 por pescador e mais R$ 20,00 por quilo ou unidade de peixe pescado, além do perdimento dos petrechos. Foto: Divulgação/AEN

Tudo por conta da crise hídrica que atinge os rios do estado

 

Uma portaria publicada pelo Instituto Água e Terra (IAT), antigo Instituto Ambiental do Paraná (IAP) proíbe a partir desta quarta-feira (27) a pesca em diferentes modalidades em águas continentais do Paraná.

A iniciativa visa proteger as espécies de peixes, em especial as existentes nos rios afetados pela seca. O retorno da pesca será permitido quando os rios atingirem a cota hídrica para dispersão de cardumes e navegabilidade.

De acordo com o documento, fica proibida a pesca nas bacias dos rios que são de responsabilidade do estado. São eles: Ivaí, Piquiri, Cinzas, Tibagi, Pirapó, Laranjinha, São Francisco Falso e Verdadeiro, Jordão e todos seus afluentes diretos.

Fica excluída da restrição a pesca artesanal praticada por pescadores filiados à colônia Z-17 de Porto Ubá, no trecho do Rio Ivaí demarcado em aproximadamente 110 km, entre a ponte da rodovia BR 369, que liga São Pedro a São João do Ivaí até o Porto de Areia de Ivaiporã, além do Rio Paraná.

ANÚNCIE NESTE ESPAÇO