Destaques do Dia Maringá

Procon segue com fiscalização no funcionamento do transporte coletivo

Procon visita terminal urbano diariamente em horários diferentes. Foto: Procon/PMM

Faz parte de medidas preventivas contra coronavírus que o Procon faz desde março

 

O Procon de Maringá deu sequência na manhã desta terça-feira (12), à fiscalização da normalidade do transporte coletivo para verificar fluxo de passageiros e quantidade de ônibus colocados em circulação. O trabalho foi intensificado após denúncias de superlotação em algumas linhas.

Fiscais avaliaram diversas situações. Como distanciamento entre passageiros nas filas e higienização dos ônibus que chegavam ou saíam das plataformas. Funcionários da empresa passavam borrifando álcool nos veículos que chegavam. Porém, fiscais registraram que nem todos os ônibus recebiam higienização.

Procon multou a Transporte Coletivo Cidade Canção (TCCC) em R$ 444 mil no dia 4 de maio. Vistoria flagrou descumprimento de termos de decretos municipais sobre prevenção contra coronavírus. Fiscais permanecem acompanhando ônibus nas rotas e situação dentro do terminal. Cidadão pode denunciar situações irregulares, como falta de higienização e veículos lotados pelo telefone 156 (ouvidoria municipal).

A Prefeitura de Maringá vai recorrer da decisão do Tribunal de Justiça, que determinou, em caráter liminar, pagamento de cerca de R$ 3,9 milhões à empresa a título de ′subsídio financeiro emergencial′. Caso já está na Procuradoria Geral.

ANÚNCIE NESTE ESPAÇO