Destaques do Dia Maringá Plantão Policial

Acusado de crime do açougue é liberado pela justiça

Naldo (centro) com o delegado da homicídio Diego Almeida (equerda), ao lado do advogado de defesa Dr. Israel Batista de Moura (direita), em reconstituição do crime do açougue. Foto: João Paulo Santos

Advogado alegou que com a pandemia do coronavírus ele é do grupo de risco e foi solto

 

Ednaldo Ferreira da Silva, o conhecido Naldo, de 50 anos, foi colocado em liberdade pela 1ª Vara Criminal de Maringá. Ele que é suspeito de matar no dia 20 de Agosto de 2017 o trabalhador Adelso Donizete Ferraz, em um açougue na Avenida Brasil, em Maringá.

A vítima morreu no local, outro idoso, de 62 anos, foi também atingido, mas sobreviveu. Naldo foi preso no outro dia acusado de um homicídio qualificado e um homicídio tentado.

O comerciante aguardava julgamento na Casa de Custódia de Maringá (CCM) e com o trabalho do seu advogado o Dr. Israel Batista de Moura, conseguiu a liberdade concedida pela justiça, por apresentar problemas renais, psicológicos e cardíacos e por conta da pandemia de coronavírus faz parte do grupo de risco.

Apesar de livre, Naldo usará tornozeleira eletrônica com monitoramento na residência dele.

Add Comment

Veja aqui os Comentários

25 − = 15

ANÚNCIE NESTE ESPAÇO