Destaques do Dia Maringá

Operação flagra empresas descumprindo decreto em Maringá

Bar foi multado em R$ 600 e proprietário alertado para fechar Foto: Andye Iore/PMM

Foram 2.244 denúncias no 156, rendendo 130 vistorias e três autuações

 

A Operação de Fiscalização Integrada da Prefeitura de Maringá teve um dos resultados mais positivos ontem (23), desde que começou a força-tarefa.

Ao total nos quatro dias de ação integrada para cumprir decreto municipal 445/2020 em prevenção coronavírus (Covid-19) foram 5.689 denúncias, 580 vistorias, 150 notificações e 17 autuações. Trabalho mobiliza mais de 150 pessoas entre a manhã e começo da madrugada.

Ontem três casos chamaram a atenção. Todos flagrados pelos fiscais em descumprimento ao decreto. No começo da noite, bar na avenida Pedro Taques foi flagrado com dois clientes sentados à mesa e bebendo cerveja. Estabelecimento multado em R$ 600 e orientado a permanecer fechado. Em caso de descumprimento, alvará será cassado.

Mesmo após toque de recolher, pastor celebrava culto colocando fiéis em risco na pandemia do coronavírus. Pastor tentou enganar a fiscalização dizendo que eram todos da mesma família e moravam na igreja. Fiscal disse que então esperaria eles apagarem as luzes. Pastor saiu em seguida em seu carro e fiéis andando a pé um para cada lado. Igreja está sem alvará e terá atividade embargada pela prefeitura. Mesma igreja já havia sido notificada e fechada no último sábado.

ANÚNCIE NESTE ESPAÇO