Olá ! Sejam Bem Vindos | FONE: (44) 99948-9311
HomeCidadeEmpresa pode ter poluído Rio Pirapó em Maringá

Empresa pode ter poluído Rio Pirapó em Maringá

Empresa pode ter poluído Rio Pirapó em Maringá

O rio é a principal captação de água para a população maringaense

 

Fotos: Equipe Pinga Fogo

O Ministério Público instaurou um Inquérito Civil contra a empresa Gelita do Brasil, situada às margens do Rio Pirapó em Maringá. A multinacional é suspeita de poluição ambiental, por ter lançado efluentes sem tratamento no rio, que é manancial de abastecimento de Maringá.

De acordo com a Promotoria de Defesa do Meio Ambiente, fiscais do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) garantem que empresa desobedeceu as normas ambientais e despejou seus efluentes sem estarem totalmente tratados, causando danos ambientais.

A empresa foi autuada pelo órgão e apresentou relatórios de monitoramento de junho de 2018 a maio de 2019 que comprovariam a poluição, já que o líquido jogado no rio não foi devidamente tratado. O problema teria sido causado depois que a empresa começou a fabricar um novo produto (Alimentos Kosher), pois após essa produção a empresa teve dificuldades de eliminar a concentração de amônia dos efluentes e os mesmos foram lançados no Pirapó.

O promotor que decidiu abrir a investigação, Rafael Januário Rocha, garante que a empresa foi beneficiada pela nova linha de produtos lançados, por isso é ela quem deve pagar pelos danos ambientais causados e não a coletividade.

A promotoria quer que a empresa pague pelos danos ambientais causados, para isso notificou a chefia do escritório regional do Iap em Maringá, para que apresente um estudo com o cálculo estimado do custo de reparação pelo dano ambiental causado pela Empresa Gelita do Brasil no período de junho do ano passado até maio deste ano. (Portal Pinga Fogo)

CONFIRA A NOTA DA EMPRESA