Olá ! Sejam Bem Vindos | FONE: (44) 99948-9311
HomeBrasilVaza delação em que Fanini afirma que Richa se beneficiou de esquema de propina

Vaza delação em que Fanini afirma que Richa se beneficiou de esquema de propina

Vaza delação em que Fanini afirma que Richa se beneficiou de esquema de propina

Segundo o ex-diretor, o dinheiro abasteceu as campanhas de Richa para a Prefeitura de Curitiba e para o Governo, além de bancar gastos pessoais.

 

Beto Richa. Foto: Antonio More/Arquivo Gazeta do Povo.

Uma extensa reportagem apresentada durante praticamente todo o jornal da RPC , na edição do meio-dia desta terça-feira (5), mostrou em detalhes o que o ex-diretor da Secretaria Estadual da Educação, Maurício Fanini, disse em delação premiada feita à Procuradoria-Geral da República (PGR). O ex-diretor está preso e negocia a delação. Até o momento, o acordo ainda não havia sido fechado.

Na delação, apresentada em várias reportagens, Fanini afirma ter intermediado pagamentos de propina para o ex-governador Beto Richa (PSDB) entre os anos de 2002 e 2015. As declarações foram documentadas nesta proposta de colaboração premiada, em dez anexos.

Segundo o ex-diretor, o dinheiro abasteceu as campanhas de Richa para a Prefeitura de Curitiba e para o Governo do Paraná, além de bancar gastos pessoais como viagens e a compra de um apartamento para o filho mais velho de Beto Richa, Marcello Richa. Richa nega tudo e fala em “manobra arquitetada às vésperas do período eleitoral”. (Veja a nota completa do ex-governador mais abaixo).

Fanini foi preso duas vezes pela Operação Quadro Negro, que investiga desvios de verbas que deveriam ser usadas na construção e reforma de escolas estaduais. A estimativa do Ministério Público do Paraná (MP-PR) é a de que a fraude tenha ultrapassado o montante de R$ 20 milhões. Réu em três ações criminais relacionadas à operação, Fanini está detido na carceragem da Polícia Federal (PF) em Brasília desde maio deste ano. (Banda B)